Importância do forro na peça

Muitas vezes uma peça de roupa vai muito além do tecido que vimos na parte externa, o forro pode ser o detalhe final que influenciará diretamente no acabamento, caimento e estrutura de uma peça, além de deixá-la mais sofisticada. Mas qual peça que deve-se utilizar o forro? Vamos explicar tudo para você!
O forro vai além do acabamento, tornando-se parte da peça de roupa. O forro é responsável, principalmente, pelo conforto de uma peça. Desde fazer a peça se ajustar melhor ao corpo, até o fato de permitir um acabamento embutido. Além disto, o fato do tecido principal e costuras não estarem em contato diretamente com a pele é um ótimo benefício do forro.
Em peças mais leves para uso no verão, como blusas de crepe ou viscose, não há necessidade do forro (desde que não houver incomodo com a transparência leve obtida pelo tecido). Já quando o assunto é vestidos, saias, peças de alfaiataria (como blazer, calça, macacão), vestidos de moda festa e ternos o forro se torna quase um item obrigatório na produção da peça.
Existem três tipos de forro: estruturados, encorpados e leves. A escolha do tipo de forro a ser usado na peça pode variar conforme o tecido principal da mesma. Em vestidos de festas, por exemplo, deve-se utilizar um forro mais estruturado. O forro encorpado é indicado para peças mais justas, como o vestido tubinho e sereia, e algumas peças mais soltas como o vestido godê. Já o forro leve, como o próprio nome já diz, é indicado para uso em peças mais leves, como os vestidinhos de viscose.
Aqui na Walentex você encontra todos estes diversos tipos de forros, além das dicas de nossos profissionais que ajudarão você a escolher o melhor tecido para a produção da sua peça!